Em destaque

Design biofílico: Imersão á natureza

Cada vez mais isolados, a maioria dos seres humanos passam grande parte do tempo dentro de casa, do carro ou no ambiente de trabalho. O design biofílico surge como uma resposta a este momento que nossa sociedade vive.

Trazendo o mundo exterior para ambientes internos, o design biofílico tem a capacidade de transformar qualquer ambiente em um lugar harmonioso, criando espaços capazes de minimizar o estresse, promovendo o bem-estar e a qualidade de vida das pessoas.

The crown estate coworking – Barr Gazetas

Benefícios do Design Biofílico

Conscientes das necessidades físicas, psicológicas e emocionais das pessoas, os designers e arquitetos buscam desenvolver soluções que possam impactar positivamente na vida destas pessoas.

Adoção de elementos naturais podem melhorar nosso desempenho e inspiração no local de trabalho ou outros ambientes. O espaço afeta diretamente nossas emoções, nossa saúde física e mental assim como nossos sentimentos.

The Crown Estate Coworking – Barr Gazetas

Os benefícios de design biofílico são muito maiores do que a apenas estética. Dependendo do tipo de ambiente em questão, vamos dar alguns exemplos:

  • Qualidade de vida superior.
  • Escritório: Maior desempenho, motivação e criatividade.
  • Educação: Melhoria no desempenho cognitivo, aumenta concentração e memória.
  • Centros de saúde: Melhoria na recuperação dos pacientes e bem-estar dos funcionários.
  • Melhoria no convívio social.
  • Maior conforto aos ambientes.

Esses e muitos outros resultados positivos decorrem da simples adaptação do espaço para se ter maior bem-estar.

Gsky
Escola Infantil La Monsina – Ángel Luis Rocamora Ruiz e Alexandre Marcos

Implantação do design biofílico

Aplicar o design biofílico significa utilizar elementos naturais e formas sensoriais de promover as relações físicas e visuais com a paisagem natural. Algumas das principais maneiras de implantar o design biofílico nos projetos de interiores são:

  • Vegetação interna.
  • Aromaterapia.  
  • Sons.
  • Cores.
  • Janelas ou portas de vidro com vistas para natureza.
  • Espaços abertos e ventilados.
  • Iluminação natural ou inteligente.

Alguns exemplos abaixo:

Plantas:  Você pode começar com a adição de algumas plantas em seu espaço. Ou você pode instalar um Jardim Vertical e transformar seu escritório pessoal em uma pequena floresta.

A inclusão de plantas em qualquer espaço pode aumentar os níveis de oxigênio e diminuir a fadiga mental.

Mint & More Creative

Cor: Algo tão simples como uma mudança de cor nas paredes pode fazer a diferença no bem-estar de todos. De acordo com a psicologia da teoria da cor, cores diferentes podem determinar e influenciar o comportamento humano. Por exemplo, o amarelo pode influenciar a criatividade de uma pessoa.

AMA Design – Finastra Offices

Espaço: O espaço é uma parte vital da técnica de design biofílico. Um escritório apertado e escuro não é maneira de inspirar as pessoas. Você pode criar facilmente espaços abertos, mantendo a sensação de ‘plano aberto’ usando divisórias de vidro e vegetação.

Hero Switzerland – Matt Aspiotis Morley

LIMITAÇÕES

No entanto, o problema é que o design biofílico é específico e isso pode ser difícil quando, por exemplo, você não pode adicionar uma janela a um espaço que precisa ou reformar totalmente o espaço.

O que se pode fazer?

Imitar a natureza na forma de adicionar algumas pinturas ou Quadros Verdes que retratam a natureza melhora a percepção do espaço, tornando esses elementos uma opção mais do que viável quando você está limitado em certos segmentos.

Mint & Mo

Desta forma, podemos entender a biofilia possibilita reconectar as pessoas com o ambiente natural, desenvolvendo espaços mais saudáveis e produtivos para a sociedade.

Como a pandemia do coronavírus está afetando nossa forma de morar

As últimas semanas foram difíceis, á medida que a pandemia do COVID-19 se espalha pelo mundo, tudo parece incerto e confuso. Além da ansiedade que temos com a nossa saúde e de nossos entes queridos, a pandemia vem mudando a maneira que passamos nossos dias.

As cidades estão confinadas, grande parte das empresas são obrigadas a fechar temporariamente suas portas e para alguns, passar mais tempo em casa se tornou uma nova rotina.

A casa nunca foi um ambiente tão presente no cotidiano de cada pessoa quanto agora com a quarentena. Por isso, é natural observarmos mais o ambiente em que vivemos e sentir a necessidade de algumas mudanças e adaptações neste novo desafio que encontramos. É importante mais do que nunca estarmos conectados com nossa casa!

Esse tempo prolongado em ambientes fechados é uma boa oportunidade para observarmos nossa casa com uma outra perspectiva. Afinal, nós temos que readaptar nossa rotina e as tarefas em um único espaço, como por exemplo espaços adequados para trabalho e estudo, exercícios físicos, alimentação e cuidados com as crianças. Coisas que talvez não eram tão evidentes, mas agora são.

PSICOLOGIA DO ESPAÇO

Visto que os passamos a maior parte de nossas vidas em ambientes fechados, não nos surpreende o fato de que determinadas características da nossa casa tem impacto significativo em nosso comportamento psíquico.

As características dos espaços que habitamos estão sendo captadas pelo nosso subconsciente a todo momento, provocando diferentes emoções e sensações. Iluminação, materiais e texturas são fatores elementares de uma decoração, pois provocam sensações que afetam nossa maneira de se relacionar com nosso espaço.

O conjunto de características do ambiente são capazes de influenciar diretamente o nosso comportamento e humor, podem provocar ansiedade e incomodo, já outras estimulam a sensação de equilíbrio e serenidade.

Por isso, é importante buscar soluções que promovam nosso bem estar, não apenas físico, mas também mental.

COMO MUDAR O ESPAÇO QUE VIVEMOS?

O essencial: LUZ NATURAL

A iluminação natural abundante é um excelente estímulo á produtividade e bem estar físico e mental. A entrada de luz no ambiente é importante para renovar o ar, além de manter o ambiente saudável.

Você pode fazer algumas alterações no interior da sua casa, sem grandes obras ou investimentos, embora tenham resultados mais limitados do que a abertura de paredes e janelas. Confira algumas dicas complementares abaixo.

1. Cores claras

As cores claras influenciam diretamente na iluminação natural, pois são como rebatedores de luz. Cores fortes e escuras, por exemplo tendem a propagar menos luz solar e concentrar mais calor.

Apostar em ambientes de tons muito claros vai ajudar a aumentar a quantidade de luz natural disponível nos espaços, tornando-os mais vivos e dando até a sensação de serem maiores do que na realidade são.

As cores tem um impacto direto nas nossas emoções, por isso não é recomendado um ambiente monótono. O ideal é buscar o equilíbrio das cores e texturas, como por exemplo paredes claras com móveis de tonalidades mais quentes ou materiais naturais como palha e madeira.

2. Espelhos

Espelho pode ser um grande aliado quando posicionados corretamente, pois impactam diretamente na iluminação natural dos cômodos e dão a sensação de amplitude. Quando posicionados perto da janela, ajudam a espalhar a luz solar pela casa.

3. Disposição dos móveis

Se você busca um ambiente mais iluminado, arrume o mobiliado da forma correta para evitar bloquear janelas e passagens de luz com móveis muito grandes e pesados. Tenha preferencia por móveis com design mais leve e menos robustos.

Dado que essa situação prevalecerá por um tempo, pode ser que algumas pessoas sintam a necessidade de acumular menos móveis em casa, para torna-la mais espaçosa e evitar sentimento de claustrofobia.

4. Cortinas

Responsáveis pelo clima acolhedor dos ambientes, as cortinas são indispensáveis na decoração. Além de serem capazes de controlar a luminosidade e garantir a privacidade, elas transformam qualquer ambiente em um espaço acolhedor. Utilize tecidos leves com translucidez e em tons claros.

5. Limpeza

Atualmente, fala-se muito em limpeza, e com razão. Mas, além de desinfetar todas as superfícies, também é hora de deixar os produtos de limpeza com fácil acesso, você pode utilizar cestas organizadoras perto da entrada de casa.

Sapateiras na porta de entrada também podem se tornar um hábito comum, basta investir em um móvel de apoio que permita organizar os sapatos logo na entrada. Você pode adotar facilmente este hábito antigo e tão tradicional nos países do oriente.

6. Verde

No isolamento, provavelmente vamos sentir a necessidade de se conectar a natureza. Trazer plantas para dentro de casa pode trazer sensações muito além da estética e da decoração. Plantas oferecerem beleza, boas energias, relaxam, e podem até nos deixar mais felizes.

CONCLUSÃO

Estamos passando por um período de transformações significativas na nossa sociedade, que afetam diretamente nossa forma de se relacionar com nossos familiares e com o nosso trabalho. Um caminho de simplificação e racionalização em todos os aspectos, que interfere diretamente no nosso modo de viver.

Matéria escrita pela arquiteta Amanda Forte em parceria com a URBAN GREEN – Jardins Verticais Artificiais.

Urban jungle: Mais do que tendência, um estilo de vida.

Urban Green

Urban Jungle, ou selva urbana, na tradução para o português, é um termo cada vez mais frequente nas redes sociais, como o Instagram. Apenas pelo nome, já concluímos que a tendência se baseia em muita vegetação em espaços urbanos. Na decoração, a tendência vem crescendo e ocupando cada vez mais espaço e seguidores.

A principal ideia do Urban Jungle é preencher o lar com a maior quantidade de verde possível. É como se a decoração repleta de vegetação compensasse o cinza e o frio das grandes cidades.

Nossas casas ocupam espaços menores, estão mais funcionais e minimalistas. Por vivermos em uma era de maior consciência ambiental, sentimos a necessidade de se conectar a natureza. Não há dúvidas de que viver em um local com muitas plantas só traz benefícios, as sensações que elas trazem para dentro de casa vão muito além da estética e da decoração. Plantas oferecerem…

Ver o post original 377 mais palavras

Restaurantes e bares: Por que você deve investir na decoração.

Visitar um restaurante é mais do que comer um bom prato, é uma experiência social que começa com o ambiente. As pessoas frequentam estes estabelecimentos esperando muito mais do que uma boa comida, desejam encontrar locais que ofereçam bons momentos, lazer e entretenimento.

É claro que a qualidade da comida e do serviço é muito importante, afinal são os principais itens para os clientes. Ainda assim, a decoração ajuda a atrair consumidores curiosos e ainda auxilia na sensação de conforto e aconchego que um espaço deve oferecer.

Four Seasons Hotel Bogotá – Rottet Studio

Não basta apenas a comida, mas sim todo um conjunto de fatores para deixar experiência de se comer fora de casa perfeita. E quando um ambiente é diferenciado, é praticamente impossível não tirar pelo menos algumas fotos e postar no Instagram.

A decoração de restaurantes é muito importante. Não se trata apenas de objetos decorativos, mas sim da personalidade do seu negócio. Existe uma infinidade de estilos e para isso, você tem que ter mente o seu público-alvo e a concorrência, e como seu negócio pode ser um diferencial na região e nos concorrentes.

Domique Ansel Restaurant – Studio Unltd
Colonie Restaurant – New York

O que a comida, bebida ou aperitivo querem passar aos clientes? Quanto tempo você deseja que as pessoas permaneçam em seu estabelecimento? Essas são algumas respostas que você tem que ter para idealizar o estilo do seu restaurante. Podem ser qualidade, tradição, diversão, bem-estar e entre outras.

É impossível passar imune a restaurantes super bem decorados e com pratos diferenciados. Quantas vezes você já passou em frente de um restaurante elegante ou descolado e pensou: “Quero vir algum dia”? Ou viu uma publicação no Instagram ou Facebook e planejou para ir ao local?

Prado Restaurante – ARKSTUDIO

Ambientes atraentes, diferenciados e agradáveis atraem e conquistam pessoas. Além disso rende boas fotos e postagens no Instagram. Uma excelente maneira de engajar os clientes, gerar compartilhamento nas redes sociais e muita visibilidade. A decoração de restaurantes é, na verdade, a imagem do negócio!

Bavel Restaurant – Studio Unltd

Dica da arquiteta
Se a intenção do seu restaurante for que os clientes tenham um tempo de permanência maior, é necessário investir no bem-estar, oferecendo assentos confortáveis e uma iluminação baixa.
Caso seu estabelecimento tenha um conceito mais dinâmico, com tempo de permanência menor, é mais interessante o uso de bancos ou cadeiras sem estofamento, pois estimulam a rotatividade mais rápida dos clientes e favorecem a capacidade de pessoas e atendimento.

Green Fortune

PAREDES VERDES SÃO UMA FORMA INTELIGENTE  DE ATRAIr CLIENTES.

Paredes verdes são uma tendência global na arquitetura e design de interiores, se você está procurando algo para chamar atenção em seu bar ou restaurante, então um jardim vertical é uma ótima solução. A tendência da parede verde tomou o mundo, e não é difícil perceber porquê.

Todos os elementos visuais do restaurante contribuirão para criar uma identidade e uma atmosfera únicas e que ficarão na mente do público. Mas lembre-se sempre de utilizar estratégias, objetos e imagens que estimulem o apetite das pessoas.

NORA’S BISTRO
Bavel Restaurant – Studio Unltd

Viu como a decoração de restaurantes é importante para o sucesso do negócio? Ela é responsável pela imagem da empresa e também pela experiência do cliente. Para isso, é preciso se preocupar com as cores das paredes, com móveis, iluminação e até mesmo as louças.

Gostou das dicas? É necessário construir um ambiente em que as pessoas tenham vontade de comer, ficar e voltar outras vezes. Para isso, é preciso oferecer a elas algo que fuja do senso comum, proporcionando novas experiências e sensações. Mostre que em seu restaurante elas encontrarão muito mais que uma comida gostosa!

Urban jungle: Mais do que tendência, um estilo de vida.

Urban Jungle, ou selva urbana, na tradução para o português, é um termo cada vez mais frequente nas redes sociais, como o Instagram. Apenas pelo nome, já concluímos que a tendência se baseia em muita vegetação em espaços urbanos. Na decoração, a tendência vem crescendo e ocupando cada vez mais espaço e seguidores.

A principal ideia do Urban Jungle é preencher o lar com a maior quantidade de verde possível. É como se a decoração repleta de vegetação compensasse o cinza e o frio das grandes cidades.

Nossas casas ocupam espaços menores, estão mais funcionais e minimalistas. Por vivermos em uma era de maior consciência ambiental, sentimos a necessidade de se conectar a natureza. Não há dúvidas de que viver em um local com muitas plantas só traz benefícios, as sensações que elas trazem para dentro de casa vão muito além da estética e da decoração. Plantas oferecerem beleza, boas energias, relaxam, e podem até nos deixar mais felizes.

Além disso, esse tipo de decoração é acessível a todos, pois para adotá-la não precisa de objetos extravagantes e caros.

COMO ADERIR?

Não existem muitas regras quando se fala da decoração estilo Urban Jungle, apenas apostar em muitas plantas, e combinar elas com grandes e pequenas, de todos os tipos e em todas tonalidades de verde.

Escolher a combinação certa de tamanhos e formas de plantas para o seu espaço é o mesmo que comprar objetos decorativos. Requer um equilíbrio de altura, largura, textura e cor. Para os mais extravagantes, tem a opção de espalhar plantas por todo o ambiente, como por vasos no chão, apoiadas em móveis como prateleiras, mesas e aparadores ou até fixados como pendentes no teto. Para os mais discretos, com uma pegada no estilo escandinavo, pode optar em apenas fazer um conjunto de vasos em um canto do ambiente.

Se você tem dúvida sobre o uso de plantas em apartamentos pequenos e tem medo de deixar o espaço muito cheio, saiba que não é preciso lotar o local de vasos e plantas gigantes. Use plantas menores e longilíneas (ex: Espada de São Jorge) combinada com uma decoração com cores mais suaves e claras.

ALÉM DAS PLANTAS

Além de vasos de plantas, vale a pena procurar outros elementos de decoração para aderir o estilo. Como o papel de parede que imita vegetação, ou pintar a parede com cores que remetem a natureza, como as tonalidades de verde, marrom e terracota. Se sua escolha for utilizar papel de parede, tenha cautela, evite aplicar em todo o ambiente, mas sim usá-lo apenas em uma parede de destaque.

Outra dica, é o uso de quadros com imagens de plantas ou almofadas estampadas com folhagens. Escolha tecidos decorativos em fibras naturais e com estampas inspiradas na selva: cortinas, travesseiros, tapetes, etc.

Objetos decorativos feitos de materiais naturais como: palha, bambu, tecidos naturais e madeira combinam muito bem a decoração Urban Jungle.

QUANTO MAIS VERDE, MELHOR!

Uma das coisas mais importantes para fazer sua casa ter conforto e acolhimento é ter plantas nela. Nós adoramos que as plantas estejam na moda, e que o verde esteja entrando nas casas com força total. Quem vai aderir?

Porque você deve ter plantas no ambiente de trabalho

Criar projetos corporativos que tenham funcionalidade, conforto e beleza é uma prioridade nos dias atuais. Não apenas para grandes empresas, é uma necessidade humana de se conectar a natureza e mudar nossa percepção de ambientes de trabalho.


CPG Architects – Dorel Sports
Green Fortune

A natureza nos inspira, estimula nossos sentidos e influenciam nosso conforto mental. O ambiente em que trabalhamos poderia ser assim? Imagine um local de trabalho que estimule a criatividade e cuide do nosso bem-estar. Pode até parecer um sonho distante, mas é a realidade que muitas empresas estão adotando.

Todas as pessoas tem a necessidade de se recolherem á natureza para se acalmarem e se desligar das pressões do dia a dia. Como nem sempre é possível, as empresas podem proporcionar um ambiente saudável na rotina dos seus colaboradores. E nós vamos te mostrar como isso é possível.

BENEFÍCIOS

As plantas trazem diversos benefícios, muitas vezes passado despercebido pelo mundo corporativo. Mais do que garantir conforto e produtividade, é preciso seduzir os profissionais com espaços de trabalho cada vez mais flexíveis, integrados e humanizados.

Locais com muita vegetação e elementos naturais têm um efeito positivo na criatividade e eficiência do trabalho, reduzindo o estresse e mantendo a motivação. Elas são indispensáveis para quem se preocupa com o bem-estar e a saúde, visto que estimulam a criatividade e fazem, no fim, com que as pessoas trabalhem mais felizes.

Estudos mostram que profissionais que deixam vasos de plantas no escritório são 12% menos estressados e 12% mais produtivos.

Design: Workplace

Os espaços influenciam diretamente no estado emocional, produtividade, sensibilidade, criatividade e o entrosamento dos colaboradores. Capazes de aumentar a sensação de bem-estar, promovendo criatividade, motivação e a felicidade.

Devido a isso, nesses últimos tempos tem sido muito buscado por gestores para promover um ambiente com mais qualidade de vida e satisfação dos funcionários, resultando em mais produtividade.


studio shiri kedem

Bem-estar no ambiente de trabalho só melhora a qualidade do próprio trabalho. Criar locais assim se tornou a meta de muitas empresas.

JARDIM VERTICAL ARTIFICIAL

Ao inserir um jardim vertical no ambiente de trabalho, mesmo em uma área pequena, os colaboradores vão estar conectados ao verde. O que traz diversas sensações agradáveis, proporcionando maior produtividade e lucro para a companhia.

Aplicar jardim vertical artificial tem sido adotado não só para deixar o ambiente esteticamente bonito e elegante, mas também para proporcionar conforto a quem circula nele.


Arquitetos: Jones | Haydu

Uma pesquisa feita pela Universidade de Melbourne, na Austrália, apontou que observar durante 40 segundos uma paisagem verde, como um jardim, relaxa a mente, aumenta a produtividade e a concentração.

O jardim vertical artificial promove um ambiente mais tranquilo, agradável e alegre de se trabalhar. Isso porque, quando estamos rodeados de plantas, natureza ou vegetação, tendemos a ficar bem mais tranquilos do que em um ambiente escuro, mais retraído só com computadores e máquinas.

Green Fortune

Para ambientes comerciais que precisam de praticidade e beleza, a melhor opção é o jardim vertical artificial. Pois não necessitam de manutenção, são resistentes ao ar condicionado, livre de insetos e sem necessidade de luz solar ou rega. ⠀

Uma boa solução para começar uma mudança positiva na sua empresa e ser referencia de um ambiente saudável, dinâmico e eficiente.

Banheiros com Jardim Vertical

Lembra quando os jardins verticais surgiram em cena pela primeira vez? Eles eram enormes, estavam presentes apenas em grandes edifícios, exigia um sistema de irrigação de alta tecnologia e muito, muito investimento. Nos dias de hoje, há jardins verticais com plantas naturais e artificiais, disponíveis para todo tipo de espaço, estilo e orçamento.

Quitete Faria Arquitetura
Pinterest

Jardins verticais sempre trazem sofisticação e elegância aos ambientes. Eles estão presentes em todos os tipos de ambientes da casa, inclusive nos lavabos e nos banheiros.

Normalmente, os banheiros não oferecem muito espaço extra para peças de decoração. Mas com a vegetação aplicada na parede, você não precisa abrir mão de espaço na prateleira ou espaço no balcão. Além disso seu banheiro ou lavabo, fica mais muita charmoso e único.

CasaCor MS – Ana Flávia Freitas, Giovanna Cunha e Rafaelle Velasque

Presente constantemente nas amostras de decoração, os jardim verticais artificiais transformam a mais simples decoração em ambientes exuberantes. Além de lindos, são instalados na própria parede e não precisam de luz natural ou rega, o que torna muito mais fácil de cuidar. E sem nenhum perigo de infiltração.

Pinterest

Para caprichar na composição do seu ambiente, utilize materiais que remetem a natureza, como pedras e madeira. Combinado com um bom projeto de iluminação, não tem erro. Seu banheiro será seu spa privado, elegante e especial.